Redes Definidas por Software

Introdução: As redes ópticas são redes de comunicação de dados em altíssima velocidade que utilizam a luz como meio para transmissão de dados. Atualmente ela faz parte das principais redes de comunicação do mundo devido a sua grande área de abrangência que variam de áreas metropolitanas até intercontinentais. Devido a isto este modelo vem sendo utilizado por aplicações que necessitam transferir grandes quantidade de dados, como é caso da computação em grade e a computação em nuvem. E dentre modalidade internet do futuro ela é a principal tecnologia para interligar testbed ao redor do mundo.

 Vantagens: Imunidade a interferência e ruído, perdas de transmissão muito baixas, Altíssima banda passante, isolação elétrica e segurança de informação e do sistema.

Objetivos:

• Investigar novas arquiteturas e soluções que venha a compor as redes ópticas de próxima geração.

• Propor novas funcionalidades que auxiliem no aperfeiçoamento da rede e otimize o seu funcionamento.

• Aplicar novas modelos de alocação de recursos e engenharia de tráfego para novos modelos de aplicações.

• Criação e adequação de modelos em qualidade de serviço e qualidade experiência para redes ópticas.

• Novas adequações para plano de controle MPLS e GMPLS as redes ópticas .

• Adequação do uso do openflow em redes ópticas.

• Adequar as redes e a arquitetura aos requisitos impostos pelos novos modelos de aplicações que farão parte da nova Internet do futuro.

Metodologia:

- Simulação Computacional

• Network simulation - NS2

• OMNET++

• OPNET

• Openflow

• MININET

- TestBed

• Baseado em switches camada 2 utilizando o framework OPENFLOW

• Redes DCN (Dynamic Circuit Network) baseadas em DRAGON, OSCARS e AUTOBAHN

- Equipamentos

• JSDU Smart Class Triple play

• JSDU Smart Class Ethernet networks

• Servidores DELL R300

 

• Servidor HP Proliant