2004 - 2005 Aplicação de novas técnicas para expansão da capacidade de comunicacão da rede óptica da eletronorte

2004 - 2005 Aplicação de novas técnicas para expansão da capacidade de comunicacão da rede óptica da eletronorte

 

Descrição: O ambiente das subestações e das linhas de transmissão (LT) é bastante hostil aos sistemas de comunicação via cabos coaxiais e rádio-transmissão. O uso de fibras ópticas, isentas das influências eletromagnéticas, facilitou a solução dos problemas de comunicação dessas empresas e abriu uma grande perspectiva de negócios pela simples extensão das funções de um produto componente de sua rede: o cabo pára-raios- OPGW. Tais estruturas apresentam duas funções simultâneas: possibilitam o escoamento das correntes oriundas de curto-circuito e quedas de raios e também acomodam e protegem as fibras ópticas destinadas à supervisão, ao controle remoto e às telecomunicações. As redes SDH, como a instalada no sistema da Eletronorte situam-se entre as tecnologias da denominada primeira geração, nas quais as fibras ópticas foram substituindo os cabos de cobre, mas com todo o processamento de bits ainda é realizado na forma eletrônica. O estado da arte em redes ópticas são as redes com Multiplexação por Divisão de Comprimento de Onda - WDM, tecnologia que permite combinar vários comprimentos de onda dentro de uma mesma fibra. As redes WDM possibilitaram o processamento óptico fim-a-fim e um enorme aumento da capacidade das redes ópticas, com a introdução de várias funcionalidades, tais como: Transparência. Cada canal óptico pode transportar qualquer formato de transmissão. Portanto, usando diferentes comprimentos de onda, informação analógica ou dados digitais assíncronos e síncronos, lentos ou rápidos, podem ser enviados simultaneamente, e independentemente, sobre a mesma fibra, sem a necessidade de uma estrutura de sinal comum. Roteamento de comprimento de onda. O uso de dispositivos de roteamento óptico torna possível a reutilização de comprimentos de onda em outra dimensão, além do tempo e do espaço, no projeto de redes. As redes roteadas por comprimentos de onda usam o próprio comprimento de onda real de um sinal como o endereço intermediário ou final.

Situação: Concluído

Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 0).

Integrantes: Renato Francês - Coordenador / João Crisostomo - Integrante / Antonio Jorge Gomes Abelém - Integrante.

Financiador(es): Centrais Elétricas do Norte do Brasil - Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 1.